Logo do MPC-AL na cor vermelha

Ministério Público de Contas do Estado de Alagoas

Controle Externo da Administração Pública

Ricardo Schneider participa do IV Congresso Internacional de Direito

10/11/2023 ás 11:34:32

Visualizações: 385


O subprocurador geral do Ministério Público de Contas, Ricardo Schneider, participou do IV Congresso Internacional de Direito, comemorativo dos 50 anos do Cesmac. O evento acontece no período de 08 a 10 de novembro, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso.

Na abertura, Ricardo Schneider compôs a mesa de honra. No segundo dia do evento, o procurador participou como presidente da conferência “União Europeia, Regulação e Transformação Digital”, ministrada por Jónatas Machado (Universidade de Coimbra) e debatida por André Karim Trindade (Univel) e Ivan Luiz (Cesmac).

Com temática “O Judiciário, a Sociedade da Informação e os Desafios da Digitalização”, a programação do Congresso conta com mais de 25 juristas brasileiros e estrangeiros, para debater temas relacionados à repercussão das novas tecnologias e da inovação no Direito, transformação digital, direitos fundamentais na perspectiva contemporânea, desafios atuais do Judiciário e outros correlatos.

Este encontro internacional representa uma valiosa oportunidade para a troca de ideias e aprofundamento nos desafios jurídicos contemporâneos. O evento ocorreu simultaneamente ao “II Seminário Internacional Estado, Regulação e Transformação Digital”, reunindo o Centro Universitário Cesmac, PPGD Cesmac, Centro Universitário Univel, PPGD Univel, FDV, Escola de Direito da PUC/RS e PPGD PUC/RS, além do apoio e participação de diversos grupos de pesquisa e instituições correlatas.

Além de procurador do MPC/AL, Ricardo Schneider é coordenador adjunto do curso de Direito do Cesmac e participou diretamente ela organização do evento, juntamente ao coordenador e procurador, Lean Araújo. “As novas tecnologias são uma grande promessa. Existe uma grande expectativa de que isso vai dar mais confiabilidade, celeridade, autonomia e redução de custos, entretanto também pode causar problemas. Poder debater isso é muito positivo, ter a oportunidade de conhecer os pontos positivos e os riscos”, destacou Schneider.


Galeria

Banners